Ejaculação precoce

A ejaculação precoce é um problema que atinge milhares de homens em todo o mundo. Esse é um problema muito comum que tem solução. Saiba mais sobre o problema aqui.

Sintomas

Quais os sintomas da ejaculação precoce? A ejaculação precoce ocorre com muito mais frequência, que se pode imaginar, principalmente em jovens adolescentes, pois eles ejaculam, antes mesmo, de a parceira se satisfazer.

A ejaculação precoce pode ocorrer uma vez que outra, na relação sexual, que é considerada normal, mas se ocorrer com muita frequência, pode trazer problemas no relacionamento. Nesse caso é importante procurar orientação de um profissional no assunto. O sintoma é instantâneo, ou seja, o homem ejacula, seja no êxtase da relação sexual antes de satisfazer a mulher.

A ejaculação precoce é caracterizada de duas formas, a ejaculação precoce primária que ocorrem por toda a vida do homem, ao penetrar ele já ejacula, pois não consegue segurar nem por um minuto, quando faz a penetração, não consegue atrasar a ereção durante o ato sexual, entre outros.

Na ejaculação precoce secundária, os sintomas são os mesmos da primária, com uma ressalva, de que os sintomas, nem sempre estão presentes, ou estiveram em sua vida sexual, ou seja, homens que no passado tinham vida sexual normal, começaram a ter ejaculação precoce por algum motivo.

Causas

Quais as causas da ejaculação precoce? Ainda não se sabe a causa, propriamente dita da ejaculação precoce, mas segundo pesquisas médicas, tem muito a ver com o psicológico do homem. Porém existem alguns fatores psicológicos que podem estar ligados diretamente ao problema, como:

  • problemas de relacionamento;
  • ansiedade;
  • o uso de psicotrópicos, que são medicamentos;
  • disfunção erétil.

Esses são os mais comuns e conhecidos, mas também podem ocorrer causas biológicas, como:

  • problemas de próstata e uretra, como infecção ou inflamação;
  • hormônios em demasia;
  • fatores genéticos;
  • problemas que podem afetar o sistema nervoso, como cirurgias ou traumas;
  • problemas no sistema ejaculatório;
  • neurotransmissores a mais do que o normal.

É importante descartar todos os, possíveis problemas, para chegar a uma causa da ejaculação precoce. Cada indivíduo corresponde de maneira diferente, por isso não é possível tomar como base os sintomas como um todo, deve-se verificar individualmente cada pessoa.

Tratamentos

Quais os tratamentos para ejaculação precoce? Como a ejaculação precoce pode trazer inúmeros problemas nos relacionamentos, também deixa a pessoa com a autoestima baixa. Por isso é importante tratar o problema para poder ter vida sexual ativa, sem frustrações.

A ejaculação precoce pode ser tratada de três formas, com a terapia sexual, com medicamentos e também com a psicoterapia, em certos casos a combinação dos três tratamentos funciona muito melhor. O paciente pode masturbar-se duas horas antes de manter a relação sexual, para que durante o ato sexual possa retardar a ereção.

Tem também a técnica do aperto, que pode ser feita pelo próprio homem ou pela parceira, na hora em que o homem estiver quase ejaculando, aperte por alguns segundos, na região do tronco do pênis, quase no final, onde a glande e o eixo se encontram. A técnica pode ser repetida várias vezes até que ambos estejam satisfeitos e prontos para alcançar o orgasmo.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)

Loading...

Está página foi lhe útil? Por Gentileza Compartilhe. É muito importante para nós!